Brasil

 
 

ACRE

O Acre é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Localiza-se na Região Norte e faz divisa com o Amazonas e Rondônia; e faz fronteira com dois países: a Bolívia e o Peru. É um dos estados com menor densidade demográfica do Brasil. Sua capital é Rio Branco. 

Culinária

A culinária do Acre é muito diversificada devido às misturas das tradições vindas da Região Nordeste e Sul do Brasil, de São Paulo e dos grupos étnicos indígenas. A comida típica utiliza o tucupi, molho cujo ingrediente é a mandioca, o pato e o pirarucu, herança dos índios, e o bobó de camarão, vatapá e carne de sol com macaxeira, trazidos do Nordeste.

Cultura

Como figura típica da região, temos o seringueiro, pois o Acre tem como principal atividade econômica a extração de látex da seringueira, para a fabricação de borracha. No artesanato, vemos muitos artigos produzidos com materiais extraídos da floresta amazônica. No Acre também nasceu Chico Mendes, um seringueiro, ambientalista e ativista político que hoje é considerado referência internacional na luta em defesa da Amazônia. Outra manifestação cultural é o Ritual do Santo Daime, praticado por uma comunidade chamada Alto Santo, que usa o Daime, um chá natural de origem indígena, feito com folhas e cipó, usado como forma de aproximação a Deus. Os integrantes usam trajes, cantam e todos tomam o chá (crianças e idosos).

Pontos Turísticos

- Parque Ambiental Chico Mendes (Segunda a Sábado das 9h às 18h / AC-40 sentido Senador Guiomard , KM 7)

- Mercado Velho (Todos os dias das 6h às 18h / Margem esquerda do Rio Acre, na Avenida Epaminondas Jácome)

Para ver outros pontos turísticos do Acre clique aqui.

VOLTAR AO TOPO

 

MINAS GERAIS

Clique aqui para acessar as cidades de Minas Gerais.

Eu, gulosa que sou, penso em Minas como a terra do pão de queijo, mas apesar da riqueza culinária do estado, Minas é muito mais que comida. Minas é a junção perfeita entre cultura, natureza, arquitetura, história, gastronomia e muita diversão. É o único estado da região Sudeste que não é banhado pelo mar e é por isso que os mineiros dizem a famosa frase: “Se não tem mar, vamos para o bar”. O estado também é conhecido pela hospitalidade do seu povo que sempre está disposto a acolher e confiar em todos.

Clima e Geografia

Minas Gerais é o 4° maior estado do Brasil, depois do Amazonas, Pará e Mato Grosso. É lá que estão alguns dos picos mais altos do país, sendo o maior deles o Pico da Bandeira, localizado na Serra do Caparaó, com 2.891m (3° maior do país), seguido pelo Pico do Cristal com 2.780m. Outras regiões montanhosas que merecem destaque no território mineiro são as Serras do Espinhaço, da Mantiqueira, da Canastra e do Lenheiro. No estado há 11 estações ecológicas, 9 reservas biológicas, 11 monumentos naturais, 4 refúgios de vida silvestre, 16 áreas de proteção ambiental , 2 florestas estaduais, 1 reserva de desenvolvimento sustentável, 182 reservas particulares do patrimônio natural , e 23 parques estaduais.

De acordo com o ICMBio, Minas conta com 7 parques nacionais: Caparaó, Grande Sertão Veredas, Itatiaia, Cavernas do Peruaçu, Sempre-Vivas, Serra da Canastra e Serra do Cipó (maior comunidade vegetal em espécies por metro quadrado do mundo). O estado é conhecido como a caixa-d'água do Brasil devido à grande quantidade de nascentes e rios que são utilizados para diversos fins, inclusive turístico. As águas de Poços de Caldas, São Lourenço e Caxambu são famosas por seus poderes medicinais. Minas Gerais é um dos maiores produtores de energia hidroelétrica do país, com grandes geradores dos quais destacam-se a Usina Hidrelétrica de Furnas, Itumbiara e São Simão.


Clima: Possui tipos distintos de clima. Nas regiões mais elevadas como as serras da Canastra, Espinhaço e Mantiqueira as temperaturas são amenas durante o ano, com o inverno seco e temperaturas inferiores a 18 °C. Já no verão a temperatura média é de 22 °C. Entre novembro e março as frentes frias atuam com maior intensidade provocando dias seguidos de chuvas intensas em algumas regiões.

História e Economia

A exploração de riqueza mineral foi o principal responsável pelo desenvolvimento econômico e cultural do estado, principalmente com a descoberta do ouro, e depois do diamante, que proporcionou na época uma grande migração para o estado. Mas o ouro logo se tornou escasso, provocando a emigração de grande parte da população, até que um novo ciclo, o do café, desse projeção novamente ao estado. No auge da exploração do ouro, a mão-de-obra escrava era amplamente utilizada o que provocou mais tarde o intenso surgimento de quilombos por todo o estado. Mais tarde vieram os avanços no setor industrial, no campo siderúrgico e surgiram ainda várias fábricas de produtos têxteis, laticínios, vinhos, alimentos, cerâmicas e louças. Atualmente Minas Gerais é o estado brasileiro que possui o terceiro maior PIB e é o terceiro maior exportador do país, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro. A exportação é baseada em produtos primários, principalmente minério de ferro, café, ferro-ligas e ouro. A produção de cana-de-açúcar, por sua vez, representa quase 20% do valor da produção agrícola. Em relação à pecuária, destaca-se na produção de leite, na criações de corte de bovinos, suínos e frangos e na produção de ovos que é a segunda maior do país. O setor terciário é o mais importante da economia mineira, pois corresponde a mais da metade das atividades econômicas do estado.

Infraestrutura e Transporte

Minas Gerais possui uma importante infraestrutura que favorece o seu desenvolvimento econômico. No estado encontra-se a maior rede rodoviária do Brasil, com 36 103 km de extensão, além de importantes ferrovias, 92 aeroportos e cinco portos secos distribuídos pelo território. Entre os aeroportos mais importantes estão:

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte - Confins 

Aeroporto da Pampulha - Carlos Drummond de Andrade

Aeroporto de Belo Horizonte - Carlos Prates

Aeroporto de Uberlândia

Aeroporto de Montes Claros

Aeroporto de Uberaba

Entre os menores estão os de  Araxá, Caxambu, Diamantina, Divinópolis,  Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Leopoldina, Monte Verde, Poços de Caldas, São João del-Rei,  entre outros.

O transporte ferroviário é utilizado principalmente para o transporte de carga, mas a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) (Trem da Vale) também opera o único trem de passageiros diário do Brasil que percorre longas distâncias, entre Vitória e Belo Horizonte, interligando outras cidades. Para saber mais sobre a rota do trem, consultar valores e comprar CLIQUE AQUI.

Cultura

Com um rico patrimônio histórico-cultural, Minas Gerais é um importante destino turístico brasileiro. É lá que está localizado o Teatro Municipal de Ouro Preto, o mais antigo das Américas, e também outros locais importantes para a cultura brasileira como o Cine-Theatro Central, em Juiz de Fora; o Palácio das Artes de Belo Horizonte; o Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, considerado como um dos mais modernos do país e o Centro Cultural Banco do Brasil, em Belo Horizonte. Também não podemos esquecer o  Museu de Inhotim, que possui um dos maiores acervos de arte contemporânea do país. O estado realiza diversas manifestações e festivais, como o Festival Internacional de Teatro, Palco e Rua, o Festival Internacional de Teatro de Bonecos, o Festival Internacional de Dança, o Festival Internacional de Corais, o Festival Internacional de Curtas, o Festival Mundial de Circo do Brasil, o Festival Internacional de Quadrinhos, a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança e o Festival de Inverno da UFMG.

Artesanato

É muito forte a presença do artesanato, com produção baseada em pedra-sabão, cerâmica, madeira, fibras vegetais, argila, prata e estanho.

Religião

A religião está fortemente enraizada na cultura mineira, e por isso são comuns as manifestações religiosas e as festas folclóricas. Destacam-se o Congado, as comemorações da Folia de Reis, o bumba meu boi, a Festa do Divino, as Cavalhadas, a Dança de São Gonçalo, e as festas juninas.

Culinária

A culinária mineira é considerada por muitos como a melhor do Brasil. Pratos como o tutu, o leitão à pururuca, o feijão tropeiro com torresmo, o angu de fubá e o frango com quiabo são algumas das iguarias da região. Os doces mineiros como a paçoca, a goiabada e o doce de leite também se destacam. E não podemos esquecer do famoso pão-de-queijo, os queijos artesanais e o café que são referências da gastronomia mineira.  

Arquitetura

Em cidades como Ouro Preto, Tiradentes e Diamantina  encontramos o mais importante acervo arquitetônico e artístico do período colonial brasileiro. Obras-primas do estilo Barroco, esculturas, entalhes e ouro são algumas das características que podemos encontrar nas construções. Entre elas, destacam-se as obras de Aleijadinho no Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, o centro histórico de Ouro Preto e Diamantina e a Igreja de São Francisco de Assis em São João Del-Rei. Já nas décadas de 40 e 50, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha e o Edifício Niemeyer, ambos projetados por Oscar Niemeyer, foram as estrelas, trazendo um novo estilo arquitetônico para o estado.

Turismo

Minas Gerais possui uma infinidade de programas para cada tipo de turista e com tantas opções você nem vai lembrar que por aqui não tem praia. Um dos mais importantes circuitos turísticos é a Estrada Real, que abrange o caminho que era utilizado para transportar o ouro das minas até às cidades do Rio de Janeiro. Durante o trajeto você vai apreciar atrativos históricos, culturais e naturais. A visita às cidades históricas e aos museus também são muito procurados por quem visita Minas Gerais. Já quem prefere uma aventura também não vai se decepcionar. Com muitos parques nacionais, serras e rios você poderá escolher entre voar de parapente ou balão, fazer trekking, escalar, canoagem, rafting, além das grutas, cavernas, rios e lagos naturais que atraem os amantes do ecoturismo. No turismo rural, destacam-se as fazendas onde você pode ver o processo de produção de queijos artesanais, se deliciar com um café colonial ou cavalgar. No sul do estado encontra-se o Circuito das águas, conhecido por suas estâncias minerais e águas medicinais. Para quem gosta de esportes, o futebol é um dos mais populares, tendo como principais equipes o Atlético e o Cruzeiro. Vale a visita ao Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, que foi uma das arenas da Copa do Mundo FIFA de 2014.

Clique nas placas abaixo para saber mais sobre os pontos turísticos de cada cidade:

 
 

PARANÁ

 

RIO DE JANEIRO

 

Clique aqui para acessar as cidades do Rio de janeiro.

Aquele pedaço do sudeste do Brasil que te faz pensar em sol, calor, samba e Maracanã. Sim... se estivéssemos falando apenas da sua capital, que recebe o mesmo nome. Mas o estado do Rio de Janeiro é uma profusão de lugares encantadores onde encontramos o velho e o novo, o calor e o frio, o funk e a mpb, as praias e as montanhas, a cidade e o interior, todos reunidos em um pequeno território. E apesar de ser o 4° menor estado brasileiro (ficando à frente de Alagoas, Sergipe e Distrito Federal), é o estado com maior densidade demográfica do Brasil. O Rio possui lugares reconhecidos internacionalmente e com denominações muito especiais como: a cidade colonial, a cidade imperial,  a Côte D`Azur brasileira, a cidade do mergulho e muitas outras que encantam os turistas de todo o mundo.

Clima e Geografia

A temperatura média anual é de 22 °C a 24 °C, com muito calor e chuvas abundantes no verão, e invernos secos, com temperaturas amenas. Mas no verão os termômetros costumam passar dos 40°C em algumas cidades como a capital e as cidades da Baixada Fluminense. E no inverno podem chegar perto de 0°C nas regiões mais elevadas como no Parque Nacional de Itatiaia e Petrópolis. O bioma é diversificado com escarpas elevadas à beira-mar, restingas, baías, lagoas e florestas tropicais. Sua costa, banhada pelo Oceano Atlântico, possui 635 km de extensão. A vegetação original do estado inclui a Mata Atlântica e as suas principais unidades de conservação são os parques nacionais da Tijuca, de Itatiaia, da Serra da Bocaina, da Serra dos Órgãos e da Restinga de Jurubatiba, os parques estaduais da Pedra Branca, da Ilha Grande e dos Três Picos e a Área de Proteção Ambiental de Guapimirim. Os principais acidentes geográficos do estado são a Serra do Mar e a Serra da Mantiqueira. A primeira recebe diversas denominações locais: Serra dos Órgãos, Serra das Araras, Serra da Estrela e Serra do Rio Preto. Seu ponto culminante é o Pico Maior de Friburgo, a 2.316 metros de altitude. E é na Serra da Mantiqueira que se encontra o pico das Agulhas Negras, ponto culminante do estado a 2.791 metros acima do nível do mar, no município de Itatiaia.

Cultura

Música, gastronomia, dança, museus e teatros não faltarão para os amantes da cultura brasileira que decidirem visitar o estado. Segundo dados do Ministério da Cultura, cerca de 80% das produtoras cinematográficas do país têm sede no estado e abriga atualmente a maior parte dos estúdios de dublagem de filmes e séries estrangeiras. O estado possui ainda o segundo maior polo cervejeiro do país, em Petrópolis. Sem contar o famoso carnaval, que é o maior evento a céu aberto do mundo, a Feira Literária de Paraty, entre outros

Transporte

Os principais aeroportos do estado são: o Aeroporto Internacional Tom Jobim / Galeão (GIG) e o Aeroporto Santos Dumont (SDU), ambos situados na cidade do Rio de Janeiro. O principal porto, o Píer Mauá, também fica na cidade do Rio de Janeiro e é ali que desembarcam os cruzeiros com milhares de turistas. Outras cidades famosas por receberem cruzeiros são: Búzios e Angra do Reis. O ônibus (Rodoviária Novo Rio) é o principal meio de transporte em todo o estado. O trem (SUPERVIA) liga a capital do Rio às cidades da Baixada Fluminense. As barcas (CCR Barcas) ligam o Rio à Niterói, Ilha do Governador e Ilha de Paquetá. O metrô (Metrô Rio) está presente somente na cidade do Rio de Janeiro.

Economia

O estado do Rio de Janeiro é a segunda maior economia do Brasil, perdendo apenas para o estado de São Paulo, e a quarta da América do Sul. Grande parte da economia do estado do se baseia na prestação de serviços , turismo, e comércio, em seguida, a indústria. Estão sediadas no Rio as maiores empresas do país, incluindo a maior companhia brasileira, a Petrobras.

Segurança Pública

Infelizmente este é o tema que mais gera preocupação, e não sem razão. Se for ao Rio, procure saber exatamente a localização do seu hotel. Muitas regiões de conflitos ficam bem próximas as zonas turísticas, inclusive as praias. Não confie exclusivamente nos aplicativos de GPS, principalmente se você estiver na Região Metropolitana do Rio ou na Baixada Fluminense, que são áreas que sofrem mais com a insegurança. Tenha cuidado ao usar pertences de valor na rua. Caso você se encontre em situação de emergência, ligue para os seguintes números:

Saúde/Ambulância (Samu) - 192

Corpo de Bombeiros (CREMERJ) - 193

Polícia Militar (PMERJ)- 190

Delegacia de atendimento ao Turista (DEAT) – (21) 3399-7170

O Registro de Ocorrência pode ser feito também pelo e-mail delegaciaespecializada@gmail.com

Avenida Afrânio de Melo Franco, no Leblon- RJ

 

Pontos Turísticos

Clique nas placas abaixo para saber mais sobre os pontos turísticos de cada cidade:

 

EM BREVE                                                                                                                                                      VOLTAR AO TOPO