Please reload

Posts em Destaque

Elephant Parade - São Paulo

August 4, 2017

 

Desde o dia 01 de agosto é possível ver elefantes espalhados por diversos pontos da cidade de São Paulo, é a Elephant Parade, uma exposição ao ar livre composta por 85 esculturas, decoradas por artistas locais, que possuem o tamanho real de um bebê elefante. Ao final da exposição elas serão leiloadas e parte da quantia arrecadada será destinada à filantropia local, a projetos de preservação dos elefantes e aos artistas participantes. Eu só consegui ver 5 obras e fiquei encantada, neste fim de semana vou à procura de outros.

 

Nome da Obra: São Paulo Cidade Luz
Artista: Maranganí
Local: Av. Paulista, 1713

 

Como tudo começou

 

O projeto foi fundado em 2006 por Marc e Mike Spits, pai e filho, após Marc passar férias na Tailândia e conhecer um bebê elefante chamado Mosha, que havia perdido sua perna ao pisar em uma mina terrestre.

 

 

Nome da Obra: Paulistinha
Artista: Carolina Saidenberg
Local: Shopping Ibirapuera (Av. Ibirapuera, 3103)

 

 

“Queríamos fazer algo estrutural, algo que seria rentável no longo prazo. Esta é a única maneira em que nós podemos fornecer ao elefante um futuro sustentável”.

 

"Nós acreditamos no poder de um movimento global para tornarmos o mundo mais feliz. Nossas exibições de arte estimulam sorrisos e sensibilizam a população para a necessidade de preservação dos elefantes."

 

Nome da Obra: Prece ao Mar
Artista: Gabriela de Miranda Santos (@gabimirandas)
Local: Shopping Ibirapuera (Av. Ibirapuera, 3103)

 

 

A exploração para o turismo e o entretenimento, o comércio de marfim e a diminuição do seu habitat natural ameaçam os elefantes. Segundo a página da exposição, 33.000 elefantes africanos são mortos a cada ano,  ou um elefante a cada 15 minutos. Nos últimos 100 anos, o seu habitat foi reduzido em 95% e sua população diminuiu em 70%.

 

 

 

Nome da Obra: Amor

Artista: Wagner da Silva

Local: Av. Paulista, 2408

 

O elefante será extinto em 30 anos se não fizermos alguma coisa agora. A Elephant Parade está empenhada em angariar fundos para fazer a diferença e ajudar a salvar elefantes."

 

A ELEPHANTE PARADE apoia 11 projetos em 8 países com recursos financeiros, materiais e assistência técnica.

 

Nome da Obra: Luxodonna Maxima (Drag Queen)
Artista: Christian Kort Cerávolo / Chiara Mori (Drag Queen)
Local: Shopping Ibirapuera (Av. Ibirapuera, 3103)

 

 

Dados da exposição

  • 20 cidades já receberam a Elephant Parade, entre elas Milão, Amsterdã e Londres, onde recebeu o prêmio de Evento do Ano, em 2010.

  • 1500 esculturas já foram customizadas para as exposições.

  • 155 mil libras esterlinas (cerca de 675.500,00 reais) foi o valor máximo já pago por uma escultura num leilão do evento.

  • 1,5 metro e 35kg são as dimensões aproximadas de uma escultura de elefante da exposição.

 

 

Nome da Obra: Manacuca Legal
Artista: Maria Souza com participação dos alunos do Etapa

Local: Shopping Ibirapuera (Av. Ibirapuera, 3103)

     

    Projetos de Preservação da Elephant Parade

     

    Friends of the Asia Elephant (FAE), Lampang, na Tailândia
    É o primeiro hospital para elefantes do mundo. Mais de 3.900 casos de elefantes doentes e feridos foram tratados desde 1993. O hospital é o lar de Mosha, a inspiração da Elephant Parade. Aos 7 meses de idade, Mosha perdeu a perna em uma explosão de minas terrestres e tornou-se o primeiro elefante a receber uma prótese de perna.

     

    ElephantAsia, em Laos
    Fornece tratamento veterinário para os elefantes de trabalho que sofrem alguma doença ou lesão. Os elefantes são atendidos no hospital e também em unidades móveis.

     

    Manas Nacional Park, na Índia
    Programa de pesquisa para resolver as questões de conflito entre humanos e elefantes.

     

    Indo-Myanmar Conservation (IMC), Myanmar
    Desenvolve ações para a proteção dos elefantes na selva.

     

    Myanmar Timber Enterprise (MTE), Myanmar
    Fornece tratamento de saúde para mais de 2.800 elefantes que são explorados em madeireiras. Os atendimento são feitos em unidades móveis e, posteriormente, os elefantes são preparados para serem reinseridos na floresta e viverem livremente.

     

    Project Sabah (Kinabatangan), Malásia

    Rastreiam, resgatam e deslocam elefantes selvagens através de monitoramento via satélite, para evitar que entrem em plantações e sejam mortos.

     

    Wildlife and Nature conservation Trust, Tamilnadu, Índia

    Desenvolvimento de programas de conscientização de conservação do elefante.

     

    Department of Zoology, Universidade de Gauhati, Assam, na Índia

    Dispõe tratamento veterinário para 1.303 elefantes treinados em Assam, incluindo os 134 elefantes que foram vítimas da caça furtiva (roubo do marfim) em Parques Nacionais e santuários da vida selvagem de Assam.

     

    Veterinary Society for Sumatran Wildlife Conservation

    Programa que oferece treinamento aos veterinários e fornece tratamento aos elefantes.

     

    Elephant Conservation Center, Phnom Tamau Wildlife Rescue Center, Cambodia
    Produz e distribui materiais educativos e de conscientização no centro de resgate.

     

     

     

     

     

     

     

     

    Onde encontrar os elefantes

     

    Os elefantes estão espalhados por toda cidade e o acesso é gratuito. Os pontos de maior concentração de peças são a Av. Paulista (16 elefantes), o Shopping Ibirapuera (12 elefantes) e a Brigadeiro Faria Lima (9 elefantes). Para ver o mapa com a localização dos 85 elefantes CLIQUE AQUI.

     O evento ficará até o final de Setembro, em Outubro ocorrerá o leilão das peças.

     

    Fonte: http://elephantparade.com.br/

     

     

     

    Share on Facebook
    Share on Twitter
    Please reload

    Siga
    • Facebook Basic Square
    RSS Feed
    Please reload

    Categorias
    Please reload