Please reload

Posts em Destaque

Fortaleza de Itaipu - Praia Grande - SP

June 19, 2017

Este fim de semana fui visitar a Fortaleza de Itaipu, uma construção localizada na Praia Grande/SP, destinada a proteger e a controlar o movimento de embarcações na barra de São Vicente, que dá acesso ao Porto de Santos. A viagem já vale a pena só pelo trajeto, que permite uma vista incrível do Parque Estadual da Serra do Mar.

  

 

A descida até o litoral dura em média 1:10h e tem aproximadamente 75 km partindo do centro de São Paulo. Estava tudo tão lindo que eu peguei a saída errada (desculpa para não assumir que eu me enrolo sempre com o GPS).

 

 

DICA: na descida, ainda na Rodovia dos Imigrantes, após passar o último túnel há uma bifurcação, ambas indicando Praia Grande. Pegue a pista da esquerda (Santos - São Vicente - Praia Grande), esta é a alternativa mais rápida para quem quer chegar à Fortaleza. O caminho à direita (Praia Grande - Mongaguá - Saída 57 A) também leva até a região, só que no outro extremo da praia;

 

 

Continuando...

Peguei a saída errada, o GPS parou de funcionar e em vez de seguir as placas, resolvi retornar achando que conseguiria voltar à Rodovia, e eu voltei, só que na pista de subida. Coisas que só acontecem comigo!!! Quase retornei a São Paulo (drama!) até achar outro retorno que me colocasse no trajeto novamente. Mas a vista é tão bonita que nem deu para ficar com raiva (não muita...rs).

 

 

Enfim consegui! Cheguei a cidade por volta das 11h e fui direto à Fortaleza. Chegando lá, o militar que estava na porta me informou que o próximo grupo sairia às 14h. Perguntei se eu deveria reservar, ele disse que não e que eu deveria apenas chegar uns 10 minutos antes. Dei a volta e fui conhecer a cidade. Não sei se foi a época, mas foi bem fácil estacionar próximo a orla. A rua principal, em frente a praia, só possui estacionamento para idosos e portadores de necessidades especiais, mas as ruas perpendiculares estavam vazias e com muitas opções de estacionamento. A orla me surpreendeu por ser bastante limpa e conservada, com uma ciclovia bem novinha. Estava quente e apesar de ser junho, havia muita gente na praia. Fui caminhando até o Memorial dos Voluntários mais conhecida como Praça da Paz ou Praça das Cabeças, uma praça com cabeças monumentais de pessoas importantes para a paz mundial como Jesus Cristo, Papa João Paulo II, Madre Teresa de Calcutá, Mahatma Gandhi, Nelson Mandela, Nossa Senhora e Sérgio Vieira de Mello (Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, morto em Bagdá, juntamente com outras 21 pessoas, vítima de atentado a bomba contra a sede local da ONU. A Al Qaeda assumiu a responsabilidade e afirmou que Mello era o alvo principal).

 

Retornei à Fortaleza às 13:50, 10 minutos antes do passeio como indicado pelo militar, mas para minha surpresa o tour já estava lotado (máximo de 12 carros). Nem preciso dizer que fiquei irritada, mas teimosa que sou, retornei às 15:30, meia hora antes do próximo passeio. Já havia alguns carros mas finalmente, na terceira vez, consegui fazer o passeio.

 

O acesso até o Forte Duque de Caxias (há mais de um forte dentro da Fortaleza) é feito em carro próprio, os 12 carros sobem juntos, seguindo um guia de moto. No início do passeio passamos pela vila dos militares onde vimos as casas dos oficiais, um templo ao ar livre que homenageia a padroeira da Fortaleza, Santa Bárbara e alguns armamentos expostos pelo gramado. Ali não é permitido fotografar para garantir a segurança e privacidade dos moradores. Continuamos subindo por uma estrada asfaltada até a primeira parada do passeio. Neste ponto é possível ver as antigas instalações do forte, um refeitório e uma prisão. Há também alguns materiais expostos que nos fazem entender um pouco mais sobre a história do local, além de um mirante com uma bela vista da praia e da cidade.

 

Depois seguimos até a segunda e última parada, a Praça dos Canhões, que como o próprio nome diz, abriga os canhões, desativados há mais de 50 anos, que eram utilizados para proteger o forte e a cidade. Aqui é possível subir nos canhões, entrar nos locais onde eram armazenados as munições e ter uma visão deslumbrante da Ilha de São Vicente, de Santos e de Praia Grande.

 

HISTÓRIA

 

A fortaleza foi projetada em 1896, mas primeiro foram construídas as estradas, feito a contenção de encostas e as pontes de acesso. Em 1903, começaram a construção da primeira parte, e entre 1904 e 1906, foram levantados o Quartel, o Paiol, a Casa do Comandante e outras edificações. Em 1918 foram entregues as instalações do "Forte Duque de Caxias" e em 1919, as do "Forte de Jurubatuba". Durante a Revolução Constitucionalista de 1932, a guarnição do forte lutou contra o governo do presidente Getúlio Vargas ao lado dos revolucionários. Bombardeados por hidroaviões governistas, a guarnição substituiu estrategicamente os canhões por réplicas de madeira pintada, embarcando a verdadeira artilharia e munição no "Fantasma da Morte", um trem adaptado pelos revolucionários, utilizado na linha de combate. Durante a Segunda Guerra Mundial foi iniciada a construção do terceiro forte, denominado "Forte General Rego Barros". A partir de Abril de 1960, o forte teve a  sua artilharia substituída por canhões móveis Vickers-Armstrong de 152,4 mm.

 

 

CURIOSIDADES

 

Em 1959 a Fortaleza teve um de seus oficiais mais ilustres, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, que foi o soldado número 201.

 

Outra curiosidade do local são os constantes relatos da presença de OVNI's na região.

 

 

INFORMAÇÕES

 

Endereço: Avenida Marechal Malet I, no Canto do Forte.

Horários de visita: Sábados e Domingos, com saídas às 10h, 14h e 16h.

Valor: R$ 5,00 por pessoa.

Máximo de 12 carros por passeio

Outras informações pelo telefone (13) 3473-2511

 

 

Gosta de história? Então você pode gostar deste post sobre o maravilhoso Forte de São Miguel em Colonia Del Sacramento no Uruguai.

 

 

 

 

 

Colônia Del Sacramento, a cidade mais charmosa  do Uruguai

 

 

 

E de mirantes? Já conhece os Mirantes da Praia do Forno e do Pontal do Atalaia em Arraial do Cabo? E que tal um mirante na cidade mineira de Santa Rita de Jacutinga? 

 

 

 

 

Arraial do Cabo, o Caribe Brasileiro

 

 

 

 

 

 

Santa Rita de Jacutinga, a cidade das cachoeiras

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
RSS Feed
Please reload

Categorias
Please reload